terça-feira, 10 de janeiro de 2017

10/01/2017 - Comparativos e retrospectiva 2016


Comparativos e Retrospectiva 2016

Finalizei o 8º ano de corridas com muita saúde e algumas conquistas surpreendentes na Minha Vida de Corredor. Quando comecei o ano de 2016 não tinha grandes expectativas para baixar os recordes pessoais, somente na maratona (42 Km), o que acabou não acontecendo. Em 2016 só fiz a Asics Marathon City São Paulo.

No início do ano (Fev/2016) tive a maior e uma das mais felizes experiências nesse esporte, conquistei a minha primeira (deve ser a única) vitória em uma corrida. Foi na distância de 5 Km na Corrida da Ponta do Papagaio, em Palhoça. Tive a oportunidade de uma vez na vida ser campeão em uma prova, subir no lugar mais alto do pódio e com direito a estourar uma garrafa de champagne. Um dos meus momentos mais emocionantes.

Estranhamente foram em provas de trilhas, que não é muito a minha especialidade e preferência, que me trouxeram os melhores resultados em 2016:
- K21 Costa da Serra, em Rancho Queimado - 2º categoria (40-49 anos)
- 21K Trilha das Bruxas, em São Pedro de Alcântara - 3º categoria (40-49 anos)
- Garopaba Amazing Runs, em Garopaba - 5º colocado geral 

No segundo semestre, já sem muitas esperanças de melhorar o tempo em meias maratonas, aconteceram as grandes surpresas. Recorde pessoal na Meia Maratona de Pomerode, e em seguida novamente na Meia maratona Internacional de Florianópolis. Esse ano não estava tão preparado fisicamente quanto aos dois anos anteriores, mas corri mais consciente.

Durante o ano fiz mais atividades físicas com duração menor e menos intensas. Acredito que por me preparar somente para uma maratona. Não fiz outras por coincidirem com datas de meias maratonas que queria fazer também. Consequentemente, o total de Km percorridos diminuiu um pouco.

Fiz menos provas, 35 corridas para ser mais exato, e consegui gastar menos com inscrições em relação aos últimos 3 anos, totalizando R$ 1.900,03. Isso dá uma média de R$ 54 por evento. Programação com confirmação no primeiro lote ajuda bastante. Foram também menos maratonas e meias maratonas em relação ao ano de 2015, sendo praticamente a metade.

Perdi muitas calorias correndo nesse ano que passou. Foram 182.688 calorias, mas nem assim consegui ficar no peso do ano anterior. Em 2017 quero estabilizar o peso na casa dos 70 Kg.

Também comemorei algumas marcas digitais interessantes com mais de 100.000 visualizações do blog Minha Vida de Corredor. E mais de 850 seguidores na página do https://www.facebook.com/eduhanada/. Além disso, tive o prazer de  conhece e encontrar muitos deles pessoalmente também.
 
Pra finalizar, um dos motivos da redução no número de provas, foi a programação para que a minha 300ª prova fosse no último dia do ano, na 92ª Corrida Internacional de São Silvestre !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário